quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Causas e Consequências da Inflação

A inflação define-se como a subida contínua e generalizada dos preços dos bens e serviços.
Quais serão as causas deste aumento dos preços? E as consequências?

Causas
Normalmente, são apontadas como principais causas da inflação o excesso de moeda em circulação, o aumento dos custos de produção e as expectativas dos agentes económicos.
Excesso da moeda em circulação:
Quando a quantidade da moeda em circulação aumenta sem o correspondente aumento da produção de bens e serviços, os preços têm tendência a subir em virtude do aumento da procura.
Aumento dos custos de produção:
Este aumento surge quer pelo aumento dos salários sem o correspondente aumento da produtividade dos mesmos, quer pelo aumento dos preços das matérias-primas.
Quando esse aumento se verifica nas matérias-primas essenciais ao processo produtivo, acaba por se estender à generalidade dos bens e serviços.
Expectativas dos agentes económicos:
As previsões relativas ao aumento dos preços provocam nos agentes económicos um conjunto de comportamentos que contribuem para o agravamento do próprio processo inflacionário:
- Os consumidores antecipam o seu consumo;
- Os trabalhadores reivindicam aumentos salariais;
- Os bancos aumentam as taxas de juro; etc.

Consequências
Relativamente às consequências da inflação, destacam-se a desvalorização da moeda e a deterioração do poder de compra da população.
Desvalorização da moeda:
O aumento dos preços provoca a depreciação do valor da moeda pois os consumidores, com a mesma quantidade de moeda, compram cada vez menos bens e serviços.
Deterioração do poder de compra:
Quando os preços sobem, se não se verificar um aumento proporcional dos rendimentos das famílias, verificar-se-á uma deterioração do seu poder de compra. De uma forma geral, a inflação provoca a deterioração das condições de vida dos cidadãos, em especial daqueles que auferem rendimentos fixos, como pensões e reformas.


By Sara Cerqueira, 10º I

Sem comentários:

Enviar um comentário